Raposa-MA
Raposa-MA


 

 

Raposa é um município do Estado do Maranhão. Localiza-se na microrregião da Aglomeração Urbana de São Luís, Mesorregião do Nordeste Maranhense. O município tem 25.837 habitantes (Estimativa 2009) e 64 km², além de estar a aproximadamente 35km da capital maranhense.

 

A cidade, a capital São Luís, Paço do Lumiar e São José de Ribamar são os quatro municípios da Ilha de São Luís.

 

Até o século XVI, a região atualmente ocupada pelo município era tradicionalmente habitada pela etnia indígena dos potiguarás.

 

Fundada no final dos anos 1940 por dois imigrantes de Acaraú, Antônio do Pocal e José Baiaco, que se estabeleceram com suas famílias, a povoação tem como atividades principais de subsistência a pesca e a produção de rendas, ambas realizadas de forma artesanal. Devido ao seu inicial isolamento, a comunidade foi considerada uma ilha linguística cearense por pesquisadores que a visitaram no final da década de 1970. Essa situação foi se alterando com a construção de primeiro acesso rodoviário em 1964 e seu asfaltamento em 1977.

 

Em 1994, separando-se de Paço do Lumiar. o povoado de Raposa ganhou status de município e elegeu o Sr. José Laci de Oliveira como seu primeiro prefeito no último pleito eleitoral, realizando assim, o sonho de seus moradores.

O município ficou conhecido pelo seu artesanato tipicamente cearense, pelo sabor dos peixes comercializados nos bares e restaurantes do povoado e pela beleza de suas praias desertas.

 

Do ponto de vista turístico, atualmente, a Raposa é destino alternativo à visitação na capital São Luís do Maranhão, tendo como principais atrativos os passeios nas praias e dunas da região, vasto manguezal preservado e apreciação da gastronomia por meio de pratos típicos baseados em frutos do mar. Como potencial atrativo de turismo cultural (ou de base comunitária), a Raposa apresenta modus vivendi de pescadores e artesanato variado.

 

A atrações turísticas do município são: a Praia de Carimã considerada a praia mais tranqüila, pois é praticamente deserta, localizada nas proximidades de São Luís e o acesso é feito somente por via marítima, pois fica do outro lado do canal, em frente ao Viva Pescador, sendo encontrados em alguns trechos, currais de pesca; a Praia do Farol que é uma extensão da Praia do Araçagy, só que pelo lado Raposense. Para se chegar, deve-se ir até o Povoado Araçagy, na estrada da Raposa, e descer à esquerda em direção ao Restaurante o Dondon. A partir de lá, caminha-se por uma trilha, atravessando um igarapé até chegar à praia. É necessário guia ou condutor local em função das particularidades da região; o Passeio Náutico em Canoa Biana Motorizada, sendo realizados diariamente de acordo com a variação da maré e partem do Viva Pescador. O passeio dependendo do tempo disponível poderá ir até a ponta da Ilha de Curupu, passando por vários igarapés, ilhas, fazenda de criação de ostras e praias desertas. É fácil encontrar esse serviço no local. Recomendamos utilizar apenas as empresas credenciadas; a Ilha de Itaputíua, que possui uma prainha muito discreta, mas, com água do mar em um tom verde esmeralda que é encantador. Existem duas opções para chegar até lá. De barco em um passeio fantástico, partindo do Viva Pescador, ou por uma trilha ainda não estruturada, partindo do bairro Juçara. Também é recomendável o acompanhamento de guias ou condutores locais.

 

O Artesanato pode ser encontrado: na Oficina das Rendas, na Casa das Rendas, na Casa de Barro - Artefatos em Cerâmica, na Rendas Edmar, na Arte das Rendas, Artesanato das Rendas, na Rendas e Company, e no Cantinho das Rendas.

 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 4.7/5 (300 votos)




ONLINE
1